Saltar para o conteúdo principal
 
05/07/2011 - 17h00

"O Morro dos Ventos Uivantes" ganha versão pocket; leia trecho

da Livraria da Folha

Divulgação
Clássico da literatura mundial ganha versão de bolso da LP&M
Clássico da literatura mundial, obra ganha versão de bolso da LP&M

Um dos principais textos da língua inglesa, o romance "O Morro dos Ventos Uivantes" (LP&M Pocket, 2011), da escritora Emily Brontë (1818-1848), recebeu formato de bolso.

Criticada em seu lançamento por trazer inovações que não foram compreendidas na época, a obra conta a história de amor entre os irmãos de criação Catherine e Heathcliff, proprietário do Morro dos Ventos Uivantes. A paixão é revelada quando Lockwood, locatário da Granja da Cruz do Tordo, passa uma noite no lugar a fim de fugir de uma nevasca.

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Siga a Livraria da Folha no Twitter

A profundidade psicológica e os sentimentos complexos entregues aos personagens foram as características que assustaram a crítica.

Brontë, cujos irmãos também foram escritores, era conhecida por sua timidez exagerada. Ela tentou trabalhar como professora algumas vezes durante a vida, mas desistiu por sua extrema falta de traquejo social.

Leia trecho inicial de "O Morro dos Ventos Uivantes".

*

1801 - Acabo de voltar de uma visita ao meu senhorio - o vizinho solitário que há de causar-me inquietação. A paisagem sem dúvida é bela! Em toda a Inglaterra, não acredito que eu pudesse ter encontrado outra situação tão afastada dos rumores da sociedade. O verdadeiro Paraíso dos Misantropos - e eu e o sr. Heathcliff formamos um par muito conveniente para dividir a desolação entre nós. Que sujeito extraordinário! Mal podia imaginar o quanto meu coração acalentou-se quando vislumbrei seus olhos negros recolherem-se cheios de suspeita por sob as sobrancelhas enquanto eu chegava a cavalo, e quando seus dedos, com uma certeza ciumenta, abrigaram-se ainda mais fundo no colete enquanto eu anunciava o meu nome.

- Sr. Heathcliff? - perguntei.

Um aceno de cabeça foi a resposta.

- Sr. Lockwood, o novo inquilino, senhor... tenho a honra de visitá-lo o mais depressa possível após a minha chegada para manifestar a esperança de que eu não o tenha perturbado com a minha insistência em pedir a ocupação da Granja da Cruz do Tordo; ainda ontem ouvi dizer que o senhor acha...

- A Granja da Cruz do Tordo é minha propriedade, senhor - disse ele, interrompendo-se com uma careta. - Eu não permitiria que ninguém me perturbasse, se estivesse em meu poder evitar... vamos, entre!

Este "entre" foi pronunciado por entre os dentes e expressava o mesmo sentimento de "Vá para o Diacho!". Nem mesmo o portão por cima do qual se inclinava evidenciou um movimento condizente com as palavras; e acho que foi esta circunstância que me levou a aceitar o convite: fiquei interessado naquele homem que parecia mais reservado do que eu.

*

"O Morro dos Ventos Uivantes"
Autora: Emily Brontë
Editora: LP&M Pocket
Páginas: 384
Quanto: R$ 16,90 (preço promocional, por tempo limitado)
Onde comprar: Pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

 
Voltar ao topo da página