Saltar para o conteúdo principal
 
17/08/2011 - 21h00

Homem é uma unidade em isolamento absoluto, diz feminista

da Livraria da Folha

A ativista Valerie Solanas (1936-1988), chamada de "a maluca anti-homem" pela imprensa de sua época, classificou o homem como "totalmente egocêntrico, enredado em si mesmo, incapaz de ter empatia ou de se identificar com os outros, inábil para o amor, a amizade, a afeição ou a ternura. É uma unidade de isolamento absoluto, que não consegue se relacionar com ninguém. Suas relações são totalmente viscerais, não cerebrais."

Divulgação
"Scum Manifesto" é um dos principais documentos da luta libertária
"Scum Manifesto" é um documento fundamental da luta libertária

Solanas, que tentou matar Andy Warhol em 1968, é autora de "Scum Manifesto: Uma Proposta para a Destruição do Sexo Masculino", uma crítica violenta a todo o sistema, sem perdoar família, boas maneiras e arte.

No livro, a feminista também expõe a obsessão do homem por sexo. "É capaz de atravessar um rio de catarro ou de andar um quilometro com vômito até o nariz se acreditar que no final terá uma vagina amigável à sua espera. Fará sexo com uma mulher que ele despreza, uma bruaca velha e desdentada, e pagará por isso."

O título do volume ("escória", em inglês) é usado como sigla de "Society of Cutting up Men", ou "Sociedade para Fazer Picadinho dos Homens". Um clássico do feminismo e da luta libertária.

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite a estante dedicada às ciências humanas

*

"Scum Manifesto"
Autor: Valerie Solanas
Editora: Conrad
Páginas: 64
Quanto: R$ 10,20 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

 
Voltar ao topo da página