Saltar para o conteúdo principal
 
12/09/2011 - 17h00

"1961" apresenta panorama político que levou Brasil à ditadura

da Livraria da Folha

Reprodução
História de dias tensos contada pelos jornalistas Paulo Markun e Duda Hamilton
Livro retrata episódio fundamental para entender a trajetória o Brasil

"1961: O Brasil Entre a Ditadura e a Guerra Civil" apresenta o panorama político e os fatos que desencadearam o processo que levou o Brasil ao golpe de 1964.

Conheça dez livros sobre a ditadura
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite a estante dedicada às ciências humanas

No dia 25 de agosto de 1961, alegando ser vítima de "forças terríveis", Jânio Quadros (1917-1992) renunciou à presidência, cargo que ocupou por poucos meses. Em viagem oficial à China, o vice-presidente João Goulart (1919-1976) não sabia se seria empossado ou deposto.

Escrito pelos jornalistas Duda Hamilton e Paulo Markun, mesmo autor de "Meu Querido Vlado", o volume foi publicado originalmente em 2001. O título foi revisto e reeditado no ano em que os fatos completam 50 anos.

Abaixo, leia um trecho do livro assinado por Thales Guaracy, diretor editorial.

*

DESDE 1991, QUANDO empossou seu primeiro presidente da República eleito democraticamente em 30 anos, o Brasil vive um período de liberdade plena em todas as esferas, tão plena que muita gente esquece (e os mais jovens não sabem) que nem sempre houve essa liberdade.

Quase três décadas de ditadura militar não foram embora facilmente: custam vidas, sofrimento, e, no final, além do atropelamento dos direitos mais elementares, um imenso prejuízo econômico e social. Esse prejuízo só passou a ser revertido com a depuração que a própria democracia permite, ao avançar cada vez mais na solução dos problemas com a escolha de gente mais adequada para o governo e orientada conforme as necessidades coletivas, expressas no voto popular.

A democracia é essencial e deveria ser inalienável, mas sabemos que não é assim, porque o Brasil, mesmo depois de viver períodos democráticos importantes, já perdeu o rumo da liberdade política e civil mais de uma vez. No caso mais recente, é fundamental entender essa história, porque o preço da liberdade, como diz o ditado, é a eterna vigilância - para que não se repita nunca mais.

Numa era em que as sombras do passado ainda rondam toda a América Latina, torna-se ainda mais oportuna a republicação deste livro, lançado inicialmente em 2001 e agora revisto e praticamente reescrito. Mais clara e abrangente, esta edição toma como marco os 50 anos do momento em que o Brasil começou a se perder no caminho democrático - o ano de 1961, gravado na história brasileira pela renúncia do presidente Jânio Quadros e pelas turbulências subsequentes que culminaram no golpe instaurador da ditadura militar, em março de 1964.

Este 1961 é uma obra essencial para se entender o Brasil e para nossa democracia. Com ajuda do efeito iluminista da informação, é nossa tarefa manter acesa a conquista da democracia plena, assim como da velha chama da liberdade, tão caras aos brasileiros que lutam para que ambas voltassem a brilhar em nosso país.

Thales Guaracy
Diretor editorial

*

"1961: O Brasil Entre a Ditadura e a Guerra Civil"
Autores: Duda Hamilton e Paulo Markun
Editora: Benvirá
Páginas: 368
Quanto: R$ 35,10 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

 
Voltar ao topo da página