Saltar para o conteúdo principal
 
08/09/2011 - 21h00

Leia trecho de entrevista com filho de Bin Laden

da Livraria da Folha

Abaixo, leia entrevista com Omar Osama Bin Laden. O texto faz parte de "Vozes no Centro do Mundo" (Almedina, 2011), livro de Henrique Cymerman, jornalista português correspondente no Médio Oriente.

Veja outros títulos sobre o 11 de Setembro
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite a estante dedicada às ciências humanas

*

O que pensa da violência e do terrorismo?

Divulgação
Autor visa proporcionar ferramentas para a compreensão do conflito e de suas origens
Ferramentas para a compreensão do conflito e de suas origens

Como qualquer ser humano e, especificamente um ser humano na minha posição, não apoio a violência, os combates, os ataques e esse tipo de coisa. Apenas se ocorrerem por uma boa razão e com o consentimento dos grandes governos, e se estes estiverem buscando justiça, como ocorre na Líbia. Por exemplo, a ONU possui tropas e as usa em situações específicas para alcançar a paz. Em casos como esse, nesse tipo de circunstância, estou disposto a me envolver.

Como você se sentiu depois do 11 de setembro, depois do atentado aos Estados Unidos, onde você estava e como você se sentiu nesse dia?

Não quero falar muito sobre esse dia. Mas faz 10 anos e eu já disse que ninguém pode estar de acordo com isso. Eu não sei quem está por trás desses ataques e pronto. Isso é tudo o que eu posso dizer sobre o assunto. É um assunto doloroso e não gosto de falar muito sobre ele.

Você disse que não sabe quem levou a cabo o ataque de 11 de setembro; você realmente não sabe?

O importante não é se eu sei ou não. Não quero me pronunciar sobre isso pois é um assunto antigo e não irá beneficiar falar dele. O relevante é que não estou de acordo com o que foi feito.

Você disse que quer bem seu pai, embora não esteja de acordo com ele. Pode explicar melhor?

Sim, as pessoas de cultura oriental têm, de vez em quando, opiniões divergentes. Eu deixe o esconderijo de meu pai quando tinha 20 ou 21 anos. Decidi ir em busca da minha vida independente. Não tem nada a ver com eles, eu queria voltar para casa, viver em paz, não me meter na vida de outros povos.

Quando há ataques terroristas em diferentes lugares do planeta, atentados onde morrem cidadãos inocentes, o que você sente?

Morrem inocentes em todos os lugares do mundo, é fato. Sinto o mesmo por todos os inocentes que morrem pelo mundo: judeus, palestinos, americanos, afegãos, iraquianos... são seres humanos e não importa qual a cidadania nem a que se dedica o governo de seu país; eu me importo com as pessoas, são civis.

*

"Vozes no Centro do Mundo"
Autor: Henrique Cymerman
Editora: Almedina
Páginas: 416
Quanto: R$ 79,00 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

 
Voltar ao topo da página