Saltar para o conteúdo principal
 
17/10/2011 - 17h00

SS usava imagens de "passado glorioso" para fascinar jovens; veja

da Livraria da Folha

O ideal de superioridade racial não ficou restrito ao imaginário dos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Aproveitando o desejo por aventura somado ao glamour de usar um uniforme da SS, os nazistas conseguiram, por meio de cartazes com imagens de um suposto passado glorioso da raça ariana, atrair jovens de territórios ocupados ao alistamento.

Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite a estante dedicada às ciências humanas
Conheça obras sobre a Segunda Guerra Mundial

No livro "O Instrumento de Terror de Hitler", obra que relata a história da organização nazista, Gordon Williamson apresenta algumas dessas ilustrações.

"Após a conquista da Europa ocidental, a convocação teve continuidade para jovens soldados que fossem adequadamente qualificados em termos raciais para se juntarem à Waffen-SS. A convocação foi bem sucedida: futuramente, mais de 125.000 europeus ocidentais se alistaram, a grande maioria voluntariamente", explica o autor.

Divulgação
Cartazes desse tipo eram espalhados por países como Dinamarca, Noruega e Holanda para atrair voluntários
Cartazes desse tipo eram espalhados por países como Dinamarca, Noruega e Holanda para atrair voluntários

*

"O Instrumento de Terror de Hitler"
Autor: Gordon Williamson
Editora: Larousse
Páginas: 328
Quanto: R$ 51,90 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

 
Voltar ao topo da página