O consumo de energia elétrica no Brasil cresceu 0,8% em 2017 frente a 2016, para 463.948 GWh (gigawatt-hora), e voltou a níveis próximos aos de 2015, após cair nos dois anos anteriores em meio à crise econômica, informou a EPE (Empresa de Pesquisa Energética).

Todos os segmentos de consumo registraram alta, em especial o industrial, que avançou 1,3%, para 165.883 GWh, destacou a EPE em boletim na noite de quarta-feira (31).

O setor residencial teve aumento de 0,8% no ano passado, para 133.904 GWh, enquanto o comercial, de 0,3%, para 88.129 GWh.

Outros segmentos cresceram 0,7% em consumo de energia, para 76.032 GWh.

Por regiões geográficas, o Sul foi a que mais aumentou o consumo em 2017, com alta de 3%. Em contrapartida, no Nordeste a demanda diminuiu 0,1%.

No Sudeste, principal centro de carga, houve alta de 0,3%.

Indústria

A produção industrial brasileira voltou a crescer 2,5% em 2017, divulgou o IBGE nesta quinta-feira (1º).

É o primeiro resultado anual positivo desde 2013, quando foi registrada alta de 2,1%, e o maior desde 2010, que apresentou o recorde de 10,2% na série histórica que teve início 2002.

A indústria foi puxada pelo setor de veículos, que subiu 17,2% frente a 2016.

Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.