Descrição de chapéu Fórum Econômico Mundial

Folha faz debate sobre o papel da mulher na Justiça nesta terça

Apenas um terço dos magistrados, 21% dos desembargadores e 18% dos ministros são mulheres

Presidente do STF, ministra Cármen Lúcia - Ueslei Marcelino-1.fev.2018 / Reuters
São Paulo

A Folha realiza nesta terça-feira (13) um debate sobre a presença das mulheres no Poder Judiciário, em paralelo ao Fórum Econômico Mundial para a América Latina.

O evento "Mulheres no Poder: a Questão do Gênero na Justiça Brasileira" discute ainda estratégias para aumentar a participação feminina no setor --apenas um terço dos magistrados, 21% dos desembargadores e 18% dos ministros de tribunais superiores são mulheres.

Participam do encontro a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, a ministra-chefe da AGU (Advocacia-Geral da União), Grace Mendonça, e a ministra do STM (Superior Tribunal Militar) Maria Elizabeth Rocha.

A trajetória das convidadas reforça a importância do debate. A mineira Cármen Lúcia é ministra do STF desde 2006 e a segunda mulher a ocupar a vaga na corte. A primeira foi Ellen Gracie, que deixou a instituição em 2011.

Grace Mendonça é a primeira mulher a assumir oficialmente o cargo de advogada-geral da União. Antes de ingressar na AGU, em 2001, foi assessora do subprocurador-geral da República e advogada da Companhia Imobiliária de Brasília.

Doutora em direito constitucional e ministra desde 2007, Maria Elizabeth Rocha presidiu o Superior Tribunal Militar entre 2014 e 2015. Foi a primeira e única mulher a ocupar o cargo em mais de 200 anos de existência da corte superior militar.

O debate será mediado pela editora da coluna Mercado Aberto da Folha, Maria Cristina Frias.

O evento ocorre das 10h às 12h, no Teatro Alfa (rua Bento Branco de Andrade Filho, 722), em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. As inscrições estão encerradas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.