Descrição de chapéu amazon

Fundador da Amazon fica US$ 12 bi mais rico após empresa anunciar resultado

A Amazon teve alta de 43% na receita do primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado

Jeff Bezos, fundador da Amazon - Abhishek N. Chinnappa-28.set.2014 / Reuters
San Francisco e Bangalore (Índia)

A Amazon teve alta de 43% na receita do primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, impulsionada por alta demanda por serviços de computação em nuvem, além de aumento no movimento do comércio eletrônico.

Após o resultado, as ações subiram 6,3%, para US$ 1.614. O resultado deixou o fundador da empresa, Jeff Bezos  — o homem mais rico do mundo — US$ 12 bilhões ainda mais rico. Segundo a lista de bilionários da Bloomberg, a fortuna dele chegou a US$ 134 bilhões. 

A Amazon, que informou na semana passada que atingiu a marca de 100 milhões de assinantes do serviço Prime, afirmou que a receita líquida subiu para US$ 51,04 bilhões (R$ 177 bi) ante US$ 35,7 bilhões (R$ 124,3bi) no mesmo período de 2017.

A companhia teve lucro líquido de US$ 1,63 bilhão (R$ 5,6 bi), salto ante os US$ 724 milhões (R$ 2,5 bi) registrados um ano antes.

A receita gerada pela divisão de computação em nuvem (AWS) disparou 48,6%, para US$ 5,44 bilhões, superando expectativa de analistas de US$ 5,25 bilhões (R$ 18,2 bi), segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

​A Amazon está conquistando negócios de concorrentes mais antigos e grandes, entregando praticamente qualquer produto aos clientes a um custo baixo e, às vezes, mais rápido do que o necessário para comprar mercadorias de uma loja física. A empresa adquiriu a Whole Foods Market por US$ 13,7 bilhões no ano passado para ajudar a enviar mantimentos para a porta dos compradores.

A empresa destacou o crescimento da divisão AWS que oferece serviços e conteúdos na nuvem. A AWS fica na frente de rivais como Microsoft e Google nesse mercado, que está no auge, devido às pessoas acessarem cada vez mais filmes, músicas, jogos e outros serviços através de diversos aparatos conectados à internet. 

"A AWS tem a rara vantagem de estar sete anos à frente da concorrência e a equipe não para", disse o fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezos, no relatório de resultados. 

A Amazon enfrenta uma campanha do presidente dos EUA, Donald Trump, que quer aumentar as taxas pagas pela empresa para enviar encomendas por meio do correio dos EUA. 

Trump montou um grupo de trabalho para avaliar as "operações e finanças" do correio, depois de repetidas queixas de que a agência perde dinheiro com a entrega de produtos da Amazon.

A decisão mostra que o presidente está levando adiante sua cruzada contra a gigante de internet comandada por Jeff Bezos.

agências de notícias
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.