Descrição de chapéu alimentação Coreia do Sul

Coreia do Sul abre mercado à carne suína do Brasil, diz Maggi

Exportações sairão, inicialmente, de Santa Catarina, com 4 estabelecimentos credenciados

Suínos em fazenda próxima de Brasília
Suínos em fazenda próxima de Brasília - Joel Rodrigues - 19.dez.2014/Folhapress
São Paulo | Reuters

A Coreia do Sul abriu seu mercado à carne suína do Brasil, inicialmente para quatro estabelecimentos de Santa Catarina, anunciou nesta quinta-feira (17) o ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

Em abril, a pasta já havia comentado que as negociações entre os dois países estavam avançando e que um desfecho positivo era esperado para o curto prazo.

"Amanhecemos com uma ótima notícia: a Coreia do Sul abre seu mercado de carne suína para o Brasil. Mercado de 1,5 bilhão de dólares por ano! Inicialmente as exportações sairão de Santa Catarina, já temos quatro estabelecimentos credenciados", destacou Maggi, que está em missão à Ásia, em seu Twitter.

A Coreia do Sul é um dos mercados mais almejados pelos exportadores, pelo preço que paga pela carne.

Já o Brasil é o maior exportador global de carne bovina e de frango e está entre os maiores fornecedores de carne suína.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.