Novo ajuste do Twitter restringe acesso a 143 mil aplicativos

Microblog quer limitar acesso a aplicativos que fazem publicações automáticas

AFP

O Twitter informou nesta terça-feira (24) que desde abril eliminou mais de 143 mil aplicativos em um novo ajuste para combater a atividade "maliciosa" de contas automáticas.

A companhia com sede em San Francisco afirmou que está limitando o acesso a suas interfaces de programação de aplicações (APIs) que permitem aos desenvolvedores publicarem no Twitter de forma automática.

Sede do Twitter em San Francisco - Associated Press

"Estamos comprometidos a oferecer acesso à nossa plataforma a desenvolvedores cujos produtos e serviços façam do Twitter um lugar melhor", disse Rob Johnson, diretor de manejo de produtos do Twitter.

Johnson não deu detalhes sobre os aplicativos eliminados, mas o Twitter tem sido pressionado neste tema das contas automáticas ou "bots" que difundem notícias falsas ou dão exposição exagerada a uma pessoa ou causa política.

A partir desta terça-feira, qualquer desenvolvedor que tente criar um aplicativo para o Twitter terá que seguir um novo processo no qual deverá oferecer detalhes de como utilizará esse serviço.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.