WhatsApp vai avisar usuário que receber link suspeito, diz site

Aviso tentará impedir ação de cibercriminosos; empresa não confirma nova funcionalidade

Márcio Padrão
UOL | UOL

O WhatsApp adotou na sexta (20) um novo recurso que permite detectar se um link recebido pelo usuário é suspeito. Segundo o portal "WAbetainfo", o recurso surgiu a partir da atualização da versão beta para Android número 2.18.204, mas continuou a ser aprimorado. Agora, na versão beta 2.18.222, ele já está pronto.

tarja vermelha sobre a mensagem, escrito "Link Suspeito"
Tarja vermelha deve aparecer em cima do link suspeito, de acordo com o site 'WAbetainfo' - Reprodução

Atualmente apenas usuários que participam do programa beta do WhatsApp podem ter acesso ao recurso. Ele deverá ser lançado para todos os usuários de iOS, Android e Windows Phone nos próximos meses.

O "WABetaInfo" testou a nova funcionalidade em uma versão para desenvolvedores do app. O site enviou uma mensagem com um link com letra adulterada, como o da imagem acima. Perceba que a letra "i" foi substituída por um caractere especial similar, uma pequena barra vertical.

Quando o usuário do WhatsApp Beta recebeu o link, o WhatsApp o marcou como suspeito, com um aviso em vermelho. E que, portanto, não é recomendável clicar nele, pois poderá levar a algum site criado por cibercriminosos, para roubar dados pessoais, por exemplo.

Se o usuário tentar clicar nele, aparecerá uma janela pop-up dizendo: "Link suspeito. Este link possui caracteres incomuns. Ele pode estar tentando se passar como um outro site." Daí a janela dá duas opções: abrir o link mesmo assim, ou voltar.

Reprodução da tela que diz em inglês: "Link suspeito. Este link contem um caractere incomum. Ele pode estar tentar parecer com outro site. Leia mais.
Aviso diz, em inglês, 'Link suspeito. Este link contem um caractere incomum. Ele pode estar tentando parecer com outro site. Leia mais' - Reprodução

Segundo o "WABetaInfo", o WhatsApp detecta o link como suspeito localmente, isto é, nenhum dado é lido nos servidores do WhatsApp ou do Facebook para verificar se o link é suspeito. Tudo é feito pelo app.

O Whatsapp afirmou que não irá comentar sobre a possível nova funcionalidade.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.