China vai impor tarifas adicionais sobre US$16 bi em produtos dos EUA

Sobretaxas vão de petróleo e produtos siderúrgicos a automóveis e equipamentos médicos

Hong Kong | Reuters

A China vai impor tarifas adicionais de importação de 25% sobre US$ 16 bilhões (R$ 60,3 bilhões) em produtos americanos, que vão de petróleo e produtos siderúrgicos a automóveis e equipamentos médicos, informou o Ministério do Comércio chinês nesta quarta-feira (8), à medida que as duas maiores economias do mundo intensificam uma disputa comercial.

"Essa é uma prática muito insensata", disse o Ministério do Comércio chinês em seu site, respondendo à decisão dos Estados Unidos de impor tarifas de 25% sobre outros US$ 16 bilhões de dólares em produtos chineses a partir de 23 de agosto.

A lista de produtos chineses a serem taxados inclui compostos químicos, tubos e canos, equipamentos eletrônicos, máquinas e tratores, entre outros itens. Eles foram divididos em 279 linhas tarifárias.

O governo americano afirmou que a sobretaxa ao grupo de itens é uma resposta às práticas comerciais ilegais relacionadas à transferência de tecnologia e propriedade intelectual dos Estados Unidos para o país asiático.

Essa é a segunda etapa de imposição de tarifas extras a produtos da China por parte do governo de Donald Trump.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.