Conselho da Petrobras aprova adesão à 3ª fase de programa de desconto ao diesel

Etapa tem início previsto para início de agosto e vai até 31 de dezembro de 2018

Caminhão chega para reabastecer posto de combustível da BR na avenida Pacaembu
Caminhão chega para reabastecer posto de combustível da BR na avenida Pacaembu - Eduardo Anizelli/Folhapress
São Paulo | Reuters

A Petrobras informou que seu conselho de administração aprovou a adesão da estatal à terceira fase de um programa do governo federal que prevê subvenção econômica à comercialização de diesel, informou a empresa nesta terça-feira (7), em comunicado ao mercado.

O programa foi instituído por medidas provisórias após uma histórica paralisação de caminhoneiros em maio contra os preços do combustível. Na primeira, que durou até 7 de junho, o desconto foi de R$ 0,07 por litro. A segunda, dividida em dois períodos e encerrada em 31 de julho, deu desconto de R$ 0,30 por litro.

A terceira fase do programa de subsídios tem duração prevista do início de agosto até 31 de dezembro de 2018.

contas a receber

Na semana passada, a estatal informou que acumulou no segundo trimestre um saldo de R$ 590 milhões a receber do governo pela concessão de subsídios ao preço do óleo diesel. Apesar do atraso nos pagamentos, o presidente da companhia, Ivan Monteiro, diz não ver risco de calote.

Considerando valores do início de julho, a estatal diz ter a receber pelos primeiros trinta dias da segunda fase da subvenção um total de R$ 871 milhões. O prazo para pagamento era dia 26 de julho, mas o ressarcimento ainda não foi feito.

"Estamos plenamente confiantes de que vamos receber", disse Monteiro, em entrevista para detalhar o balanço do segundo trimestre, em que a empresa registrou lucro de R$ 10 bilhões, impulsionado pela alta do petróleo e por maiores vendas de combustíveis no país. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.