Saiba como acompanhar o pedido da aposentadoria na internet

Segurado consegue fazer consulta simples e rápida; a Central 135 também informa

Clayton Castelani
São Paulo | Agora

É comum encontrar nas agências da Previdência pessoas que vão até o local simplesmente para saber se a aposentadoria ou quaisquer outros benefícios solicitados há dias ou semanas foram concedidos.

Esse deslocamento e a espera pelo atendimento são, na maioria das vezes, desnecessários.

A reportagem testou o serviço que informa a situação do benefício no site do INSS, o inss.gov.br, e verificou que o funcionamento é bastante simples. Após acessar a página principal, o segurado obtém a informação em quatro etapas, sem a necessidade de criar senha ou preencher longos cadastros.

Na tela, a opção “Consulta à situação do benefício” está no menu de serviços, à esquerda do usuário. O segundo passo é clicar em “Acompanhar pedido”.

A terceira tela a ser aberta pedirá alguns dados do segurado, como nome completo, data de nascimento e número do CPF. É preciso seguir as instruções, como não usar pontos, vírgulas ou barras.

O número do benefício também será solicitado. Essa numeração está no protocolo entregue ao cidadão na ocasião do pedido no posto.

Depois de preencher todos os campos e clicar em “Visualizar”, a situação do benefício será informada. Por exemplo, caso o requerimento tenha sido aprovado, a tela apresentará a frase: “Benefício concedido”.

A consulta também pode ser realizada pelo telefone 135. A ligação não tem custo quando realizada de telefone público ou fixo.

Se a opção for o celular, o custo é o da ligação local. Ou seja, se o atendimento demorar, o usuário terá prejuízo.

Quem informou corretamente o endereço ao INSS também recebe a resposta por carta. Mas nesse caso, a espera é de 20 dias.

FIQUE SABENDO ANTES

  • Acesse inss.gov.br
  • Use o menu do seu lado esquerdo para acessar “Consulta de situação de benefício”  
  • Para verificar se a aposentadoria foi concedida, clique no botão “Acompanhar Pedido” 
  • Nos casos de benefício por incapacidade, escolha a opção “Resultado da Perícia”

Preencha o cadastro com as seguintes informações:

  • Número do benefício (não use pontos ou vírgulas)
  • Data de nascimento (use quatro algarismos no ano, como neste exemplo: 25/12/1968)
  • Nome do beneficiário
  • CPF (só o número, sem pontos, traços ou barras)
  • Digite o texto
  • Antes de clicar em “Visualizar”, digite a letras e números do retângulo colorido no local indicado

RESULTADO

O resultado da análise do INSS sobre o pedido de benefício será informado em uma tela onde constarão o nome do segurado e o número do benefício.


Comunicado também chega em casa  - Quem não quiser usar a internet, pode esperar em casa a carta do INSS explicando se houve ou não a concessão. Quando o órgão aceita o pedido, o beneficiário recebe a carta de concessão, dando detalhes sobre o benefício

A demora, porém, pode ser um inconveniente. O documento pode levar cerca de 20 dias para chegar

Por telefone: Informações sobre o benefício podem ser obtidas pelo telefone 135. O atendimento é de segunda a sábado, das 7h às 22h. A ligação é gratuita do telefone fixo ou público. Quem liga do celular paga o custo da ligação local.

Dica: O atendimento pode demorar alguns minutos. Evite ligar do celular para não ter gastos 


MEU INSS

O INSS também tem um site exclusivo para serviços, o meu.inss.gov.br.

Nessa versão, é possível pedir e acompanhar o benefício sem ir ao posto. Mas para esses serviços, é necessário fazer um cadastro e criar uma senha. A vantagem do cadastro é passar a ter acesso online a diversos serviços do INSS.

Como acompanhar: Após fazer o cadastro, acesse o site meu.inss.gov.br

  • Faça o login
  • Informe seus dados:- Nome completo, CPF e Data de nascimento
  • Clique em “Não sou um robô” e em “Continuar”
  • Na tela que se abrirá, escolha a opção: “Agendamento/Requerimentos”
  • Caso o benefício já tenha sido solicitado, será possível acompanhar a sua situação 

Fontes: sites inss.gov.br e meu.inss.gov.br 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.