Trump apoia boicote de motociclista à Harley-Davidson em guerra comercial

Presidente comemora decisão; por mercado europeu, empresa anunciou unidade fora dos EUA

Washington | Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apoiou neste domingo (12) um boicote contra a fabricante americana de motocicletas Harley-Davidson, no mais recente episódio da disputa entre a companhia e seu governo sobre as tarifas sobre o aço.

Presidente Donald Trump rodeado de motociclistas apoiadores em clube de golfe em Bedminster, onde passa férias
Presidente Donald Trump se encontrou com motociclistas no sábado (11) em clube de golfe em Bedminster - Carolyn Kaster/Associated Press

A fabricante de motocicletas de Wisconsin anunciou um plano para transferir a produção de motocicletas para o mercado da União Europeia dos Estados Unidos para o exterior.

O objetivo da medida é evitar as tarifas impostas pelo bloco comercial em retaliação às tarifas de Trump sobre as importações de aço e alumínio.

Em resposta, Trump criticou a Harley-Davidson, pedindo impostos mais altos e ameaçando atrair produtores estrangeiros para os Estados Unidos para aumentar a concorrência.

“Muitos proprietários de @harleydavidson planejam boicotar a empresa se a produção mudar para o exterior. Ótimo! A maioria das outras empresas está vindo em nossa direção, incluindo concorrentes da Harley. Uma medida realmente ruim! Os EUA terão em breve condições de igualdade”, disse Trump em um post no Twitter.

 
A Harley Davidson se recusou várias vezes a comentar as declarações de Trump ao longo da disputa. A reportagem não conseguiu contacto com a companhia para comentar o assunto neste domingo.

A empresa prevê que as tarifas da União Europeia custariam entre US$ 30 milhões (R$ 115,4 milhões) e US$ 45 milhões (R$ 173,1 milhões) para o restante de 2018 e entre US$ 90 milhões (R$ 346,2 milhões) e US$ 100 milhões (R$ 384,6 milhões) para o ano inteiro.

Trump se encontrou no sábado (11) com um grupo de motociclistas que o apoiam, posando para fotos com cerca de 180 condutores em seu resort de golfe em Bedminster, Nova Jersey, onde ele está de férias.

O presidente americano vem medidas crescentes de sobretaxas a importações. As medidas afetam países como Brasil e China, entre outros parceiros comerciais, além da União Europeia.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.