Homens casados ganham mais do que os solteiros nos EUA

Para mulheres, casamento não contribui para melhorar o salário, concluiu estudo do Fed de St. Louis

Michigan

Para os homens, a mensagem é simples. Se quiser ganhar bem, case. Para as mulheres, infelizmente, a vida profissional ainda apresenta uma perda de paridade aparentemente inevitável –pelo menos segundo novos dados do Federal Reserve de St. Louis.

Os homens casados superaram de longe os homens solteiros e as mulheres solteiras e casadas em termos de remuneração ao longo das carreiras, segundo o relatório. Os homens e mulheres não casados apresentam muito pouca diferença na renda, segundo análise de todas as pessoas empregadas em 2016 que têm pelo menos diploma do Ensino Médio. Mas, para as mulheres, o casamento não contribui muito para melhorar o salário, concluiu o estudo do Fed de St. Louis.

Noivos durante casamento comunitário, em São Paulo
Homens casados superaram de longe os homens solteiros e as mulheres solteiras e casadas em termos de remuneração - Eduardo Anizelli/Folhapress

Os dados não mostram necessariamente que o fato de ser casado aumenta os salários de um homem, segundo análise de Guillaume Vandenbroucke, pesquisador do Fed. Isso pode significar que os homens com salários maiores são mais propensos a casar e os de menor renda, a continuar solteiros, concluiu o Fed. Além disso, as mulheres casadas e solteiras ganham salários similares, o que “não é consistente com a visão de que a diferença salarial entre gêneros resulta do fato de as mulheres terem filhos mais cedo na vida e perderem terreno em termos de acumulação de capital humano em relação aos homens”.

“A diferença salarial entre gêneros continua sendo um assunto complicado”, escreveu Vandenbroucke no sumário. “Mas pode-se fazer progresso por meio de perguntas diferentes: não apenas por que as mulheres ganham menos do que os homens (embora não sejam comparadas com os homens solteiros), mas também por que os homens casados ganham tanto a mais do que todos os outros."

Bloomberg
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.