Após reorganização societária, TIM tem lucro bilionário no 3º trimestre

Telecom registrou lucro de R$ 1,338 bilhão

São Paulo

A operadora de telecomunicações Participações S.A anunciou nesta terça-feira (6) que teve lucro líquido de R$ 1,338 bilhão no terceiro trimestre, montante 379,3% superior ao do mesmo período do ano passado, refletindo um crédito fiscal de R$ 950 milhões.

No final de outubro, a empresa concluiu o projeto de reorganização societária, anunciado em janeiro. A TIM S.A.  (ex-Intelig Telecomunicações Ltda.) incorporou a Tim Celular.

Com o crédito fiscal relativo a essa movimentação, o lucro no período somou R$ 388 milhões, alta de 38,9% no comparativo anual.

0
Loja da TIM em shopping do Rio de Janeiro - Murillo Tinoco

Embora a base de clientes móveis da companhia tenha caído 5,3% em 12 meses, a de pós-pagos, mais rentável, subiu 17,1%, enquanto a de pré-pagos caiu 14,1%.

De julho a setembro, a receita líquida da TIM avançou 4,4% ano a ano, para R$ 4,26 bilhões. Um destaque foi o aumento de 10,2% da receita média mensal por usuário, com a migração para planos de maior valor.

Na outra ponta, a despesa operacional foi apenas 1,8% maior, para R$ 2,6 bilhões.

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 1,66 bilhão, avanço de 8,6%. Foi o nono trimestre seguido de avanço. A margem Ebitda avançou 1,5 ponto percentual, para 38,9%.

A TIM fechou setembro com uma dívida líquida de R$ 2,78 bilhões, queda de 27,6% em 12 meses. 

No trimestre, a TIM investiu R$ 905 milhões, redução de 10,3% ante mesma etapa de 2017.

Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.