Bitcoin fecha abaixo dos US$ 5.000 pela primeira vez desde outubro de 2017

Interesse pelo ativo e número de negociações estão em queda, apontam especialistas

Londres

O bitcoin, a primeira e principal moeda virtual descentralizada, caiu nesta segunda-feira (19) abaixo dos US$ 5.000  (R$ 18,8 mil), algo que não acontecia desde outubro de 2017.

Por volta das 14h35 de Brasília, o bitcoin valia US$ 4.958,36 cerca de 10% menos que a sua cotação de US$ 5.451,72 às 20h de Brasília de sexta-feira.

A mais célebre das criptomoedas já tinha registrado uma severa queda na quarta-feira, quando superou a barreira dos US$ 6.000 no que já era seu nível mais baixo em mais de um ano.

É difícil determinar o motivo desta queda brusca, mas alguns analistas destacaram recentemente uma diminuição do interesse por este ativo, cujos volumes de negócios em outubro caíram ao seu menor nível em um ano, segundo a revista especializada Diar.

Em comparação com seu valor em meados de dezembro passado, quando alcançou temporariamente os US$ 19.500, o bitcoin perdeu até 75% de seu valor.

O bitcoin só valia alguns centavos de dólar quando foi lançado, em fevereiro de 2009, por um ou vários especialistas em informática, ocultos sob o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Em 2017, passou de US$ 1.000 em janeiro para quase US$ 20.000 no fim do ano.
 

AFP
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.