Estrangeiro faz maior retirada de ações do país em uma década

Foi a primeira vez que o dado ficou no vermelho desde 2008, ano da crise financeira global

Reuters

Os investidores estrangeiros retiraram US$ 4,265 bilhões em ações do Brasil em 2018, pior dado em uma década, mostraram dados divulgados pelo BC, que também apontaram saída recorde em fundos de investimento.

No acumulado em 12 meses, o movimento negativo acentuou-se nos últimos meses do ano, apesar de localmente a definição do cenário eleitoral ter injetado otimismo nos mercados com a vitória de Jair Bolsonaro, identificado como o candidato comprometido com as reformas e com a abertura da economia.

Olhando só para os papéis negociados em Bolsa, foi a primeira vez que o dado ficou no vermelho desde 2008, ano da crise financeira global, com saída de US$ 10,850 bilhões. Em 2017, houve ingresso de US$ 2,582 bilhões.

Em relação aos fundos de investimento, os estrangeiros retiraram US$ 3,417 bilhões, performance mais fraca da série, iniciada em 2010.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.