Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Novo comandante do Exército é contra alteração em regras previdenciárias de militares

Segundo Edson Pujol, no passado, militares foram os únicos que se sacrificaram

Brasília

O novo comandante do Exército, Edson Pujol, defendeu nesta sexta-feira (11) que não sejam alteradas as regras previdenciárias para os militares do país.

O discurso é diferente ao que era adotado pelo até então comandante, Eduardo Villas Bôas, e recentemente pelo vice-presidente Hamilton Mourão, que não se opõem a alterações.

“A nossa intenção, minha como comandante do Exército, nós não devemos modificar o nosso sistema”, disse. “[Mas] Se houver uma decisão do estado brasileiro, da sociedade brasileira de mudança, nós iremos cumprir”, acrescentou.

O novo comandante do Exército, Edson Leal Pujol - Adriano Machado /REUTERS

A área econômica do novo governo tem defendido uma reforma previdenciária ampla e que inclua os militares. A ideia, contudo, é que as mudanças para a categoria não façam parte da proposta principal, assim como foi feito pelo ex-presidente Michel Temer.

Em entrevista à imprensa, Pujol disse que o presidente Jair Bolsonaro não tratou do tema com ele e argumentou que os militares sempre tiveram participação no “esforço da nação”.

“Há quase 20 anos, nós fomos os únicos que nos modificamos para nos sacrificarmos em prol disso. Os outros setores da sociedade não se modificaram, afirmou.

Ele ressaltou que, diferentemente dos outros servidores públicos, os militares não têm direito a hora extra e adicional noturno e não podem se sindicalizar.

A ideia da equipe econômica é alterar dois pontos: elevar de 30 para 35 anos o tempo mínimo de serviço e tributar a pensão das viúvas de militares.

“Esses pontos estão em estudos. Então, essas coisas que podem entrar no estudo de uma eventual mudança o Exército tem participado”, afirmou.

Pujol assumiu nesta sexta-feira (11) o comando do Exército, em cerimônia com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Gustavo Uribe , Thais Bilenky e Rubens Valente
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.