Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Presidente da Eletrobras diz que continuará no cargo após convite do novo governo

Ministro de Minas e Energia sinalizou que daria continuidade a processo de capitalização da estatal

Rio de Janeiro | Reuters

O presidente-executivo da estatal Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., disse que foi convidado pelo governo de Jair Bolsonaro para continuar no comando da estatal e aceitou a oferta.

O presidente da elétrica contou que o convite foi feito pelo ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque.

"Ele me convidou para ficar... disse a ele que fico e estou feliz com isso... Estamos conversando quase toda semana sobre a Eletrobras", afirmou Ferreira à agência Reuters.

Mais cedo, o jornal Valor Econômico havia noticiado que Ferreira ficaria no cargo.

O executivo sinalizou anteriormente que pretendia continuar no posto, caso Bolsonaro apoiasse um projeto de desestatização da companhia proposto pelo ex-presidente Michel Temer.

Nesta quarta-feira (2), durante cerimônia de transmissão de cargo, o ministro de Minas e Energia do governo Bolsonaro disse que sua gestão "dará prosseguimento ao processo em curso de capitalização da Eletrobras", sem detalhar.

"[Qual será] o modelo de capitalização da Eletrobras ainda vamos conversar na semana que vem. Eu não tinha clareza absoluta sobre o processo de capitalização. Esse processo de capitalização é necessário, mas o nível que ele vai ter, ainda precisamos conversar", disse Ferreira à Reuters.

Diante da declaração de Albuquerque e da notícia sobre a permanência de Ferreira, a ação ordinária da Eletrobras disparou mais de 20%, maior alta do Ibovespa nesta quarta-feira.

Wilson Ferreira Junior, presidente da Eletrobras
Wilson Ferreira Junior, presidente da Eletrobras - Bruno Santos/ Folhapress
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.