Boeing anuncia correção em software de aeronave após acidentes

Empresa busca retorno do modelo para voos comerciais

Seattle (EUA) | Reuters

A Boeing informou nesta quarta-feira (27) que reprogramou o software do modelo 737 MAX para impedir que dados errados ativem o sistema de anti-paragem do avião, o que vem sendo apontado como um dos principais fatores das duas falhas que causaram acidentes na Etiópia e Indonésia nos últimos cinco meses.

O fabricante afirmou que o sistema, que se acredita ter repetidamente forçado o nariz da aeronave para baixo em pelo menos um dos acidentes só passaria a acionar o mecanismo uma única vez por evento após sentir um problema, dando aos pilotos mais controle.

Fábrica da Boeing em Washington, nos EUA - REUTERS

Ele também será desativado se dois sensores de fluxo de ar que medem os principais dados de voo oferecerem leituras muito diferentes, disse a Boeing, confirmando detalhes divulgados pela Reuters na terça-feira.

"Vamos fazer tudo o que pudermos para garantir que acidentes como esse nunca mais aconteçam", disse Mike Sinnett, vice-presidente de estratégia de produtos e desenvolvimento de aviões do futuro a repórteres em uma instalação da Boeing perto de Seattle.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.