Dólar abre o dia a R$ 4 com tensão no governo e preocupação com Previdência

Última vez que moeda atingiu patamar foi em outubro do ano passado

São Paulo | Reuters

O dólar abriu com forte alta ante o real nesta quinta-feira (28) e chegou a superar o patamar de R$ 4 logo na abertura, com tensões políticas entre Executivo e Legislativo de volta ao foco, o que eleva a preocupação em relação à reforma da Previdência.

Às 9h11, o dólar avançava 0,86% a R$ 3,9884 na venda, tendo batido a marca de R$ 4,0165 logo nos primeiros negócios. O dólar fechou pela última vez em R$ 4 em outubro do ano passado.

Na véspera, a moeda teve em alta de 2,27%, a R$ 3,9545 na venda. O dólar futuro caía 10,5%.

Gabriel Cabral/Folhapress

O Banco Central anunciou que realizará também nesta quinta-feira (28) leilão de até US$ 1 bilhão em operação de venda de moeda com compromisso de recompra, buscando colocar dinheiro novo no mercado e amenizar a pressão no dólar.

Também fará leilão de até 14,43 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de abril, no total de US$ 12,321 bilhões.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.