Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Ministro de Minas e Energia nega alteração em política de preços dos combustíveis

Bento Albuquerque diz que interferência de Bolsonaro no preço do diesel foi erro de comunicação por falta de informação

Daniel Carvalho
Brasília

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta terça-feira (16) que não haverá qualquer alteração na política de preços dos combustíveis da Petrobras.

Pouco antes da reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e outros integrantes do governo, Albuquerque participou de um seminário sobre o setor de óleo e gás e foi questionado por jornalistas sobre qualquer alteração.

"Nenhuma", respondeu antes de entrar no carro e seguir para o Palácio do Planalto.

Um pouco mais cedo, ele já havia sido indagado sobre o assunto.

"O mercado é livre e assim continuará sendo até que mude", afirmou.

Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, durante entrevista em dezembro de 2018 - Pedro Ladeira/Folhapress

Na noite de quinta-feira passada (11), Bolsonaro impediu a Petrobras de aumentar em 5,7% o preço do diesel.

A decisão fez as ações da estatal despencarem no dia seguinte e gerou debate sobre a possível volta de uma política de interferências do governo na estatal, como a praticada na gestão de Dilma Rousseff.

Bento Albuquerque disse ter havido um erro de comunicação e que o presidente estava desinformado.

Bolsonaro tomou a decisão sem consultar a equipe econômica e aconselhado pelo ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil).

"A meu ver, houve um erro de comunicação na apresentação deste índice de 5,74% e, por contingências, eu estava voando para Roraima e, quando pousei em Manaus, é que comecei a receber as informações", disse o ministro.

"Entendo que o presidente não estando informado e não tendo as pessoas para informá-lo exatamente daquilo que estava ocorrendo. Ele pediu esclarecimentos e é isso que nós vamos prestar a ele", afirmou Albuquerque, referindo-se à reunião desta tarde. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.