Natura confirma negociação para compra da Avon

Compra ocorreria por troca de ações; grupo americano é avaliado em mais de US$ 2 bi

Bangalore (Índia) | Reuters

A Natura confirmou nesta quarta-feira (22) informações da imprensa de que está negociando a compra da rival americana Avon por meio de uma troca de ações, mas ponderou que não há como garantir que vai concluir de fato a transação.

"As partes estão atualmente negociando os termos e condições contratuais finais da transação", afirmou a companhia brasileira em comunicado ao mercado.

Mais cedo, o Financial Times publicou que a Natura vai comprar a Avon em um acordo todo em ações que avalia o grupo americano em mais de US$ 2 bilhões.

Às 10h19 desta quarta-feira, as ações da Natura na Bolsa brasileira estavam em queda de 3,38%, negociadas a R$ 54,30.

Linha de produção da Natura, em fábrica em Cajamar, no interior de São Paulo
Linha de produção da Natura, em fábrica em Cajamar, no interior de São Paulo - Eduardo Knapp/Folhapress

Os conselhos de ambas as companhias aprovaram a transação, publicou o Wall Street Journal, sem informar valor do negócio.

A Natura vai controlar cerca de 76% do grupo combinado e o restante será detido pelos acionistas da Avon, publicou o Financial Times, acrescentando que o acordo deve ser anunciado nesta quarta-feira.

Representantes da Natura e da Avon não comentaram o assunto de imediato.

No começo de maio, executivos da fabricante haviam afirmado que a companhia brasileira pretendia  investir em novas marcas nos segmentos de beleza e bem-estar na Europa e Estados Unidos por meio de fundos de venture capital (capital de risco).

"A Dynamo Beauty Ventures é o primeiro instrumento que atende nossos critérios e focos daqui para a frente; e nós antecipamos que haverá mais dessas iniciativas no futuro", disse o presidente do conselho de administração da Natura, Roberto Marques, em teleconferência com analistas sobre o resultado do primeiro trimestre.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.