Descrição de chapéu The New York Times

Podcast eleva receita do The New York Times com publicidade

Nicho ajuda a impulsionar faturamento no digital; empresa ganha 223 mil assinantes online

Nova York | The New York Times

A New York Times Co., que edita o jornal The New York Times, anunciou resultados melhores que os esperados para o primeiro trimestre. Os avanços no número de assinaturas e publicidade digitais mais que compensaram o declínio das operações em papel.

O número total de assinaturas pagas (digitais e impressa) ultrapassou 4,5 milhões. Desses, mais de 3,5 milhões pagam por acesso aos produtos online da companhia, alta de 29% ante o mesmo período em 2018, o que representa acréscimo de 223 mil assinaturas.

A receita da publicidade online foi destaque, com crescimento de 19%, para US$ 55 milhões —impulsionada pela divisão de podcasts, especialmente o The Daily, programa baseados nas notícias do dia. 

0
Fachada do prédio do jornal The New York Times, em Manhattan - Reuters

A receita das assinaturas digitais, somada à da publicidade digital, subiu 16%, para US$ 165,4 milhões. A empresa não revelou números específicos da divisão de podcasts.

O Times vem registrando avanços firmes como veículo online. No ano passado, gerou mais de US$ 709 milhões em receita digital, o que torna provável que atinja a meta de US$ 800 milhões que anunciou para 2020. No início do ano, Mark Thompson, presidente-executivo da empresa, estabeleceu outra meta ambiciosa: elevar o número de assinantes a mais de 10 milhões em 2025.

Enquanto o negócio digital cresce, a operação impressa diminui. A receita de publicidade em papel caiu 11,9%, para US$ 69,5 milhões, e a de assinaturas nessa plataforma recuou 2,6%, para US$ 16,1 milhões.
A companhia também anunciou a estreia do site Parenting, dirigido a “pais que querem ajuda para ter e criar filhos hoje”. O produto é visto como um serviço separado, como os apps Cooking e Crosswords, e o objetivo é fazer dele um novo produto a ser vendido por assinatura.

O lucro operacional no primeiro trimestre foi de US$ 34,6 milhões, semelhante ao do mesmo período de 2018, e a receita total subiu 6,1%, para US$ 439 milhões. Analistas previam lucro de US$ 27 milhões e receita de US$ 436,5 milhões.


Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.