Tarifas retaliatórias da China sobre produtos dos EUA entram em vigor em meio a impasse

Taxas adicionais de 20% ou 25% foram aplicadas a mais da metade dos importados americanos

Stella Qiu Se Young Lee
Pequim | Reuters

 O aumento das tarifas da China sobre 60 bilhões de dólares em importações dos Estados Unidos entrou em vigor como planejado no sábado (horário local), com Pequim retaliando à intensificação pelos EUA da guerra comercial entre os dois países.

As tarifas, anunciadas em 13 de maio e que entraram em vigor à meia-noite no horário de Pequim, aplicam taxas adicionais de 20% ou 25% em mais da metade dos 5.140 produtos dos EUA que viraram alvo. Pequim já havia anteriormente imposto tarifas de 5% ou 10% sobre os produtos.

Nenhuma outra negociação comercial entre negociadores chineses e norte-americanos foi marcada desde que a última rodada acabou em um impasse em 10 de maio, mesmo dia em que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou tarifas mais altas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses e então tomou medidas para taxar todas importações remanescentes da China.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.