Telefones Huawei não virão com apps do Facebook, WhatsApp e Instagram

Fornecedores de smartphones geralmente entram em acordos para pré-instalar aplicativos populares

San Francisco | Reuters

O Facebook não está mais permitindo a pré-instalação de seus aplicativos em celulares da Huawei, no mais recente golpe para a gigante chinesa de tecnologia, que luta para manter seus negócios em funcionamento diante da proibição de compra de peças e softwares americanos.

Os clientes que já têm telefones Huawei ainda poderão usar seus aplicativos e receber atualizações, disse o Facebook. Mas os novos telefones Huawei não poderão mais ter os aplicativos do Facebook, WhatsApp e Instagram pré-instalados.

Display de novo celular da Huawei
Display de novo celular da Huawei - Jorge Silva/Reuters

Os fornecedores de smartphones geralmente entram em acordos para pré-instalar aplicativos populares como o Facebook. Aplicativos como Twitter e Booking.com também vêm pré-instalados nos telefones Huawei em muitos mercados. O Twitter se recusou a comentar e a Booking não respondeu a um pedido de comentário.

O movimento do Facebook reduz as perspectivas de vendas para a Huawei, cujo negócio de smartphones tornou-se o maior gerador de receita no ano passado, impulsionado pelo forte crescimento na Europa e na Ásia.

A proibição do Facebook aplica-se a qualquer telefone Huawei que ainda não tenha saído da fábrica, segundo uma pessoa a par do assunto.

Em nota, a Huawei diz que o Facebook é um aplicativo de terceiros.

"Com relação às matérias publicadas pela imprensa, gostaríamos de informar que, como muitos outros aplicativos de acesso público, o Facebook continuará funcionando normalmente nos dispositivos Huawei."

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.