Usuários do Brasil estão entre os mais afetados em ciberataque contra Telegram

Provedor de serviços de mensagens disse que usuários dos EUA e de outros países podem ter problemas de conexão

Bangalore (Índia) | Reuters

O provedor de serviços de mensagens Telegram informou nesta quarta-feira (12) que foi atingido por um poderoso ataque distribuído de negação de serviço (DDoS), mas disse que já havia estabilizado seus sistemas.

Em ataques ​DDoS, computadores invadidos ou infectados por vírus são usados para atacar sites.

O Telegram, que tem mais de 200 milhões de usuários, disse que usuários dos Estados Unidos e de outros países podem ter problemas de conexão (saiba como se proteger).

Usuários do aplicativo de mensagens instantâneas Telegram, que pode ser proibido na Rússia
Telegram é alvo de ciberataque DDoS - Dado Ruvic - 18.nov.2015/Reuters

"No momento, as coisas parecem ter se estabilizado", disse a empresa em um tuíte quase uma hora depois de reconhecer o ataque.

O site de rastreamento Downdetector.com mostrou que os usuários nos Estados Unidos e no Brasil foram os mais afetados.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.