Oposição francesa se manifesta contra acordo entre Mercosul e União Europeia

Para signatários, acordo é contrário ao interesse nacional e Mercosul não respeita padrões europeus

Paris | AFP

Quase 50 parlamentares franceses do partido da oposição Republicanos, de direita, disseram não ao acordo da União Europeia com o Mercosul, descrevendo o tratado comercial como "erro econômico e horror ecológico" em um artigo conjunto publicado neste domingo (7) no jornal francês Le Parisien.

A União Europeia e o Mercosul firmaram em 28 de junho um grande acordo de livre comércio, negociado por 20 anos.

Para os signatários do artigo, o acordo "é contrário ao interesse nacional". "Como justificar a imposição de mais e mais normas aos nossos agricultores franceses, se abrirmos as portas às produções agrícolas que não as respeitem?".

Esses 37 deputados —o partido francês tem 100 assentos em uma Assembleia Nacional de 577 cadeiras— defendem a "criação de uma barreira ecológica nas fronteiras da Europa para impedir importações de países que não respeitam nossos padrões ambientais".

Eles também consideram que o tratado "daria o golpe de misericórdia" aos agricultores e pecuaristas franceses e prometem se mobilizar "na Assembleia e no Parlamento Europeu" para que esse "acordo fatídico não seja ratificado".

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.