Empresário sueco Hans Rausing, da Tetra Pak, morre aos 93 anos

Rausing liderou inovações que renderam fama além das fronteiras do reino escandinavo

Estocolmo (Suécia)

O empresário sueco Hans Rausing, famoso por transformar a empresa de embalagens de alimentos Tetra Pak em uma gigante global, morreu na Inglaterra na sexta-feira (30) aos aos 93 anos. 

"Hans Rausing tinha uma força excepcional e, até o fim, um compromisso com o empreendedorismo na Suécia e em todo o mundo", afirmou a família em um comunicado.

Em 1929, seu pai, Ruben Rausing, fundou no sul da Suécia uma fábrica especializada em embalagens.

Quando estudava na Universidade de Columbia, Ruben ficou fascinado com o que os engenheiros americanos faziam com embalagens.

A lenda da empresa diz que, na década de 1940, Ruben estava assistindo sua esposa, Elizabeth, fazer salsichas amarrando as pontas, e se perguntou se um sistema semelhante poderia ser aplicado a embalagens de leite, de acordo com publicação do jornal The New York Times, de 2000.

O empresário sueco Hans Rausing
O empresário sueco Hans Rausing, que transformou a empresas de embalagens Tetra Pak em gigante global - Gunnar Ask - 26.jan.2001/AFP

Ele foi mexendo e elaborando a embalagem até desenvolver, na década de 1950, um pacote barato feito de papelão que podia armazenar líquidos sem refrigeração. Foi assim que ele criou o primeiro recipiente no modelo de um tetraedro —forma composta por quatro lados triangulares, também conhecida como pirâmide triangular. Esta é a forma que deu nome à empresa.

O uso de caixas em embalagens de leite significava que os produtos poderiam ser facilmente empilhados e transportados, o que transformou a indústria europeia de laticínios.

A Tetra Pak foi se transformando em um conglomerado que vendia outros tipos de embalagens e produtos como purificadores de água.

Em 1965 a família Rausing vendeu esses outros negócios, mantendo apenas a Tetra Pak.

Nascido em 1926 em Gotemburgo, Hans Rausing foi responsável por expandir a companhia. Diretor-geral e depois presidente do grupo, ele liderou inovações que renderam fama a Tetra Pak além das fronteiras escandinavas.

O empresário sueco deixa sua esposa, Märit Rausing, os três filhos, Lisbet, Sigrid e Hans Kristian, e sete netos

A empresa adquiriu a Alfa Laval em 1991, renomada fornecedora de equipamentos para indústria agroalimentar. O grupo passou a ser chamado Tetra Laval.

Visando escapar dos altos impostos suecos, a empresa mudou sua sede para a Suíça em 1981. A família Rausing, por sua vez, se mudou para a Inglaterra, em Sussex, em 1982.

O empresário usou sua fortuna para apoiar causas beneficentes, incluindo pesquisas em medicina, direitos humanos e meio ambiente. O valor total de suas doações desde 1998 superou £ 1 bilhão 
(R$ 5 bilhões), de acordo com o jornal Financial Times.

A fortuna de Hans Rausing está avaliada em US$ 12 bilhões (R$ 49,8 bilhões), 
segundo a Forbes.

O empresário deixa a esposa Märit, os filhos, Lisbet, Sigrid e Hans Kristian, e sete netos.

Com agências de notícias e New York Times

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.