Bolsa de Hong Kong insiste em oferta de US$ 39 bi por Bolsa de Londres

HKEX quer se tornar um grupo global capaz de rivalizar com as gigantes americanas ICE e CME

Londres | Reuters

A administradora da Bolsa de valores de Hong Kong (HKEX) se recusou a desistir da oferta de aquisi√ß√£o da London Stock Exchange depois que a LSE rejeitou de maneira enf√°tica nesta sexta-feira (13) a proposta avaliada em US$ 39 bilh√Ķes (R$ 158,7 bilh√Ķes).

Gr√°fico da Bolsa de valores
Empresa administradora da Bolsa de valores de Hong Kong segue determinada a adquirir a London Stock Exchange - Mauricio Lima/France Presse- AFP

A Bolsa de Hong Kong afirmou que vai ter novas reuni√Ķes com investidores da LSE, em estrat√©gia para se tornar um grupo global capaz de rivalizar com as gigantes americanas ICE (Intercontinental Exchange) e CME.

"A HKEX acredita que os acionistas da LSE deveriam ter a oportunidade de analisar em detalhe ambas as transa√ß√Ķes e continuaremos interagindo com eles", afirmou a Bolsa de Hong Kong em comunicado.

A LSE informou nesta sexta que segue preferindo levar adiante sua oferta de aquisi√ß√£o da companhia de dados financeiros Refinitiv por US$ 27 bilh√Ķes (R$ 109,9 bilh√Ķes).

A Bolsa de Londres afirmou em carta √† HKEX que tem preocupa√ß√Ķes fundamentais sobre aspectos importantes da proposta e disse que a oferta do grupo asi√°tico n√£o tem m√©rito estrat√©gico e que o relacionamento da HKEX com o governo de Hong Kong √© um "assunto complicado".

A oferta surpresa feita pela HKEX na quarta-feira (11) exige que a LSE desista da aquisição da Refinitiv.

Tópicos relacionados

Coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.