Procurador de MG que reclamou de miserê pede licença médica

MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) não informou a data que a licença foi tirada e quando o procurador voltará do afastamento

São Paulo

O procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, disse nesta quarta-feira (11) que o procurador de Justiça Leonardo Azeredo dos Santos está de licença médica. 

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) não informou a data que a licença foi tirada e quando o procurador voltará do afastamento. 

Nesta semana, Leonardo Azeredo dos Santos ficou conhecido por reclamar de miserê e dizer que viraria pedinte com salário de R$ 24 mil durante uma sessão da Câmara de Procuradores do MPMG.

“O senhor me desculpe o desabafo, eu estou fazendo a minha parte. Eu estou deixando de gastar R$ 20 mil de cartão de crédito e estou passando a gastar R$ 8 [mil], para poder viver com os meus R$ 24 mil”, disse o procurador durante a sessão no dia 12 de agosto. O áudio, de 1 hora e 40 minutos, foi disponibilizado na íntegra no site da instituição.

Na manhã desta quarta, durante a Semana do Ministério Público 2019, o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, disse que “o MPMG não compactua com essas declarações, é uma declaração isolada e não condiz com pensamento e filosofia de trabalho da instituição”.

“Sabemos que a maior parte da população é carente e pobre. É para essa população que o MPMG tem trabalhado incansavelmente combatendo a corrupção, defendendo a saúde e os mais pobres”, disse.
 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.