Reino Unido terá o maior parque eólico em alto mar do mundo

Investimentos total da construção deve ser de R$ 46,8 bilhões

Oslo | AFP

A norueguesa Equinor e a britânica SSE Renewables desenvolverão na costa do Reino Unido o maior parque eólico do mundo, com investimento de 9 bilhões de libras (R$ 46,8 bilhões).

Os dois grupos venceram um leilão para desenvolver o parque eólico de Dogger Bank, localizado no Mar do Norte, com uma capacidade total de 3,6 GW, o equivalente ao consumo de 4,5 milhões de casas ou 5% da produção da eletricidade inglesa, informou a empresa norueguesa.

Norueguesa Equinor já possui plataformas de petróleo no Mar do Norte
Norueguesa Equinor já possui plataformas de petróleo no Mar do Norte - Nerijus Adomaitis - 30.ago.2019/Reuters

O projeto, que reunirá três campos diferentes –Creyke Beck A, Creyke Beck B e Teesside A, com capacidade de 1,2 GW cada– representa um investimento total de cerca de 9 bilhões de libras (R$ 46,8 bilhões) entre 2020 e 2026.

A decisão final de investimento para o primeiro dos três campos está prevista para 2020, com o início da produção de eletricidade planejado para 2023. 

"O que agora está claramente definido é que quanto mais eólicas construímos no mar, mais nossas contas vão cair", disse John Sauven, diretor do Greenpeace no Reino Unido.

SSE, o grupo escocês listado em Londres, será responsável pela construção. A Equinor será responsável pela operação.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.