TransferWise lança serviço de pagamento para universidades estrangeiras

Aplicativo que atuava apenas em transações entre pessoas agora vai operar com entidades de ensino

São Paulo

A TransferWise, fintech multinacional que opera no Brasil desde 2016, vai permitir a transferência de dinheiro para instituições de ensino do exterior a partir de outubro.

Até então, o repasse de recursos a outros países era limitado apenas entre pessoas físicas. 
 
Um dos cinco principais mercados da empresa, o país já movimentou R$ 20 bilhões em envios e recebimentos em três anos, segundo a companhia. Há um ano, a fintech pediu licença no Banco Central para operar como corretora de câmbio, o que permitiria oferecer o serviço de transferência entre pessoas jurídicas.

O usuário hoje tem a possibilidade de enviar valores para uma conta em seu nome ou de um terceiro. A partir de outubro, poderá optar pelo repasse para fins educacionais.

O sistema bloqueará eventuais tentativas de fraude, como casos em que a conta de destino não estiver vinculada a uma instituição de ensino.

Cliente faz transferência monetária pelo aplicativo; fintech é avaliada em US$ 3,5 bilhões
Cliente faz transferência monetária pelo aplicativo; fintech é avaliada em US$ 3,5 bilhões - Divulgação

Na prática, isso permitirá o pagamento de mensalidades de universidades ou cursos no exterior.  A empresa compete com bancos tradicionais ao reduzir o custo da operação, que oscila entre R$ 100 e R$ 400 nas grandes instituições financeiras, além de um spread cobrado na taxa de câmbio.

Na TransferWise, o custo médio é de 1,5% do valor enviado, e a taxa de câmbio usada é a comercial, sem o spread. A taxa em outros países, conforme dados da empresa, chega a 0,6%. 

A empresa trabalha com 49 moedas e diz processar mais de US$ 5 bilhões em pagamentos todos os meses.

De acordo com Matt Briers, diretor financeiro da empresa, o lançamento de produtos nos últimos anos, como um cartão de débito da Mastercard em uma conta multimoeda, impulsionou o caixa, que registra terceiro ano consecutivo de lucro. 

Depois de duas rodadas de investimento, a TransferWise foi avaliada em US$ 3,5 bilhões.

De acordo com balanço divulgado nesta quarta, a fintech londrina registrou lucro líquido de £10,3 milhões (cerca de R$ 52,7 milhões) no ano fiscal encerrado em março. A receita foi de £179 milhões (R$ 916 milhões), aumento de 53% em relação ao ano anterior.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.