TwoFlex é autorizada a operar ponte aérea Congonhas-Barra da Tijuca

Companhia vai oferecer seis voos diários entre São Paulo e o aeroporto de Jacarepaguá, no Rio

São Paulo

A companhia de aviação executiva Twoflex conseguiu autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar uma ponte aérea entre o aeroporto de Jacarepaguá, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo.

A Twoflex recebeu 14 slots (horários de voo) na pista auxiliar de Congonhas, aeroporto mais movimentado do país, na redistribuição dos horários da Avianca Brasil, feita em julho pela Anac.

Movimentação de banhistas na praia da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro - Ellan Lustosa/Agência O Globo

A empresa vai operar a nova rota com o Cessna Grand Caravan, aeronave de pequeno porte, com capacidade de transporte de nove passageiros.

Os voos terão duração de cerca de 1h15, e a previsão de início dos voos está previsto para 28 de outubro. Serão três partidas do Rio e três de São Paulo por dia, de segunda a sexta. 

A passagem de cada trecho custará a partir de R$ 550 e as vendas começam a partir de outubro, de acordo com a empresa.

Segundo a companhia, a aeronave que fará a operação deverá decolar de Jacarepaguá às 6h, às 10h50 e às 17h10. O caminho inverso será feito às 7h45, 12h40 e 19h. Serão, no máximo, 54 passageiros transportados por dia.
 
Para estes voos, cada passageiro poderá despachar bagagem com até 23 kg e embarcar com uma mala de mão com até 10 kg.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.