Descrição de chapéu Previdência

Vou perder direito à aposentadoria integral? Ainda vale contribuir para minha filha? Tire dúvidas

Especialistas em direito previdenciário respondem a questões de leitores

São Paulo

Como a reforma da Previdência, em tramitação no Congresso, afeta seu caso?

Ainda poderei me aposentar no serviço público com salário integral?

Tive uma microempresa que ficou parada por algum tempo; posso contribuir por aquele período?

Já tenho direito à aposentadoria proporcional; perderei algo com a reforma?

Posso contribuir de forma facultativa para completar o tempo e me aposentar pelas novas regras?

Recolho há três anos contribuições sobre o salário mínimo para minha filha; com a reforma, ainda vale a pena?

Essas são algumas das novas perguntas de leitores respondidas no serviço de tira-dúvidas da Folha, pelos advogados especialistas em direito previdenciário Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário) e Fábio Zambitte, professor de direito do IBMEC e da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Novas orientações são publicadas toda semana, e podem ser buscadas por tema ou por palavra-chave (acesse a página de busca).

Adriane responde preferencialmente às perguntas referentes a trabalhadores do setor privado ou outros trabalhadores filiados ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), e Zambitte, às de servidores públicos filiados a um Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

Caso não encontre resposta às suas questões, pode participar escrevendo para  aposentadoria@grupofolha.com.br.

Use também as calculadoras da Folha para ver a partir de que idade você poderá se aposentar, caso a proposta de reforma do governo Bolsonaro seja aprovada sem alterações.

Há calculadora para RGPS, servidores em geral e professores do ensino público e privado.

Acompanhe também a cobertura da Folha sobre a reforma.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.