Arroba do boi se aproxima de R$ 200 e tem novo recorde

Indicador da Esalq, ligado à USP, diz que preço supera a máxima histórica de abril de 2015

São Paulo | Reuters

O preço da arroba do boi gordo manteve a trajetória das últimas semanas e subiu 4,35% nesta quinta-feira (14), marcando um novo recorde histórico a R$ 199,25, segundo o indicador Esalq/B3, com impulso principalmente da forte demanda de exportação, notadamente da China.

O preço da arroba registrado nesta quinta-feira supera a máxima histórica de abril de 2015, de R$ 191,89 (valor que considera a inflação do período), segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que elabora o indicador.

No acumulado do mês, o preço da arroba disparou 16,73%, avançando 37,8% em relação a igual período do ano passado.

Criação de gado de corte no Paraná; arroba do boi se aproxima de máxima histórica de 2015
Criação de gado de corte no Paraná; arroba do boi se aproxima de máxima histórica de 2015 - Jonas Oliveira/ANPr

Segundo o sócio-diretor na consultoria Athenagro, Maurício Nogueira, a alta na arroba está associada a um maior número de empresas que buscam se posicionar para exportar para a China, além da forte demanda chinesa, que busca preencher uma lacuna deixada na oferta de carne suína pela epidemia de peste suína africana.

Há polos na China para a importação de carne bovina do Brasil, e os chineses têm que se posicionar, explica Nogueiras. “Ao mesmo tempo, tem uma quantidade grande de plantas que querem marcar posição com a China”, diz o consultor, lembrando que novas unidades foram habilitadas para exportação nesta semana, não só para a China, mas também para a Arábia Saudita.

Ele disse também que os ganhos da arroba também estão associados à produção total menor neste ano no Brasil.

"A expectativa é de que os preços continuem em alta, a demanda interna melhor impulsionada pelo final de semana prolongado, e bom desempenho da exportação diária mantém o mercado procurado", disse em nota a Scot Consultoria.

No mercado futuro da B3, os preços da arroba também estão em patamares recordes, com o vencimento para março de 2020 atingindo máxima de contrato acima de R$ 209 na véspera.

O quanto o mercado ainda vai subir dependerá do consumo doméstico, que responde pela maior demanda de carne bovina, comentou o analista de pecuária do Cepea, Thiago de Carvalho.

"Vai depender da elasticidade da demanda do mercado doméstico, para a exportação é um momento interessante, mas tem limite de preço e demanda (no mercado interno)", disse.

No atacado da Grande São Paulo, disse o Cepea, o preço da carcaça bovina renovou máximas históricas nesta semana, atingindo R$ 12,74 por quilo na quarta-feira.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.