Cúpula do Mercosul ajuda a divulgar vinho gaúcho

Refeições para chanceleres, ministros e presidentes contou apenas com bebidas locais

Bento Gonçalves

A Cúpula do Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), visa impulsionar o turismo e a produção de vinho local.

Estima-se que a cidade recebeu mais de 2.500 pessoas, que ficou repleta de cartazes de passeios e restaurantes. Os vinhos servidos na reunião dos chefes do Mercosul foram todos locais.

O jantar de quarta (4), para chanceleres e ministros, teve apenas produtos da marca Miolo. Já para o almoço dos presidentes nesta quinta (5), a carta de bebidas inclui espumantes da região. 

Cúpula do Mercosul reuniu em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, presidentes, ministros da economia e das relações exteriores do bloco.

As discussões da principal pauta do encontro, a revisão da TEC (tarifa externa comum), tende a ser concluída apenas em 2020.


VINÍCOLAS DA CAMPANHA GAÚCHA

Almadén
Comprada pela Miolo Wine Group, a vinícola de Santana do Livramento passou a produzir vinhos finos em larga escala. O rótulo Vinhas Velhas Tannat 2015 custa R$ 168,63 (loja.miolo.com.br). 

Batalha Vinhas & Vinhos
Acaba de inaugurar uma nova planta de 600 m², em Candiota, com o objetivo de dobrar a produção, atualmente de 50 mil garrafas/ano. O varietal Batalha Cabernet Sauvignon é vendido por R$ 56,13 (bebidasdosul.com.br).

Bodega Sossego
Além de cuidar da vinícola, o proprietário René Ormazabal Moura mantém um bar de vinhos em Porto Alegre, o Vineria1976, cuja carta privilegia os vinhos da Campanha Gaúcha. O branco Campaña Chardonnay 2014 sai por R$ 78 (terrunyo.com.br).

Bueno Wines
Localizada em Candiota, a vinícola pertence ao apresentador Galvão Bueno. O Bueno Anima Gran Reserva Merlot 2015, lote com apenas 3.000 garrafas numeradas, recebeu medalha de prata no Concurso Internacional de Vinos Bacchus Awards, realizado em março, na Espanha. Preço: R$ 563,80 (buenowines.com.br).

Campos de Cima
Hortência Ayub e as filhas, Vanessa e Manuela, estão à frente da vinícola, com sede em Itaqui. Os 16 hectares de vinhedos dão conta da produção anual, de 100 mil litros. O tinto 3 Bocas 2018, corte das castas Tempranillo, Malbec e Tannat, sai por R$ 68 (vinhosevinhos.com).

Cordilheira de Sant’Ana
Os enólogos Gladistão Omizzolo e Rosana Wagner são os proprietários da vinícola, que possui 20 hectares plantados em 2000. O tinto varietal Cordilheira de Sant’Ana Tannat custa R$ 128,70 (winerie.com).

Dunamis
O engenheiro agrônomo José Antônio Peterle, nascido na Serra Gaúcha, cultiva uvas tintas em Dom Pedrito. O varietal Dunamis Merlot 2012 sai por R$ 63,50 (vinhosevinhos.com).

Estância Paraizo
Fundada em 1790, a fazenda da família Mercio, em Bagé, assumiu vocação vinícola em 2000 –são apenas cinco hectares plantados com as variedades cabernet sauvignon e shiraz. O tinto Don Thomaz y Victoria Cabernet Sauvignon 2011 sai por R$ 93,50 (vinhosevinhos.com).

Guatambu
Valter Pötter e a filha, Gabriela, produzem 100 mil garrafas por ano. Entre os 22 rótulos, boa parte é numerada. O Rastros do Pampa Tannat 2018, vendido a R$ 61,50, foi eleito o melhor tinto nacional pelo Guia Descorchados 2019, lançado em 9 de abril (vinhosevinhos.com).

Nova Aliança
A cooperativa, que engloba diversos pequenos produtores, concentra a produção de vinhos finos em Santana do Livramento. O tinto Aliança Cerro da Cruz Tannat 2012 vale R$ 92,50 (vinhosevinhos.com).

Peruzzo
Clori Peruzzo, que preside a Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, toca a vinícola familiar com 15 hectares de vinhedos. Os 15 rótulos somam 70 mil litros/ano. O tinto Peruzzo Cabernet Franc 2013 vale R$ 49,90 (vinhosesabores.com.br).

Routhier & Darricarrère
Os irmãos franceses Pierre e Jean Daniel Darricarrère se associaram ao canadense Michel Routhier para produzir vinhos em Rosário do Sul. O branco Província de São Pedro Chardonnay 2014 é encontrado por R$ 65,70 (cavenacional.com.br).

Salton
Na vinícola de Santana do Livramento, a empresa processa uvas de 140 hectares de produtores parceiros. O rótulo Intenso Pinot Noir é vendido por R$ 35 (selecaoadega.com.br).

Seival/Miolo Wine Group
Localizada em Candiota, tem 200 hectares de vinhedos próprios e dedica-se à produção de vinhos de alto valor agregado. O Sesmarias 2018, corte das uvas cabernet sauvignon, merlot, petit verdot, tannat, tempranillo e touriga nacional, custa R$ 423,24 (loja.miolo.com.br).

Vinhética
Em uma pequena propriedade com 3,5 hectares de videiras, o enólogo francês Gaspar Desurmont e a carioca Graciela Bittencourt produzem queijos, embutidos e vinhos. O tinto Terroir d’Élegance 2017, que mescla as uvas cabernet franc, cabernet sauvignon, tannat, teroldego e ancellota, sai por R$ 95 (cavenacional.com.br).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.