Milhares de trabalhadores são postos em quarentena em fábrica chinesa na Indonésia

Empresa isolou mais de 40.000 funcionários para impedir propagação do coronavírus

Jacarta | AFP

Mais de 40.000 trabalhadores de um grande complexo industrial chinês na Indonésia foram colocados em quarentena para impedir a propagação do novo coronavírus, que causou mais de 200 mortes na China —informou a empresa nesta sexta-feira (31).

No fim de semana passado, o grupo PT Parque Industrial Indonésia Morowali isolou suas instalações de extração de níquel e fábricas de aço inoxidável na ilha de Celebes e evita que seus funcionários, que totalizam 43.000, entrem ou saiam sem autorização por escrito.

Oficial da saúde tira temperatura de funcionários do grupo PT Parque Industrial Indonésia Morowali - AFP

Dos cerca de 5.000 trabalhadores chineses presentes no local, "identificamos e examinamos os trabalhadores migrantes de Wuhan", contou o porta-voz do grupo, Dedy Kurniawan.

 

Até o momento, nenhum caso de infecção pelo novo vírus foi detectado, mas o grupo instalou scanners térmicos na entrada de seus prédios e proibiu o acesso de estrangeiros ao local.

As instalações, que ocupam cerca de 2.000 hectares, são controladas pelo Grupo de Investimentos da China Xangai.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.