Apple diz que não vai alcançar meta de receita por causa do coronavírus

Companhia também afirmou que o fechamento de lojas afetou suas vendas na China

Reuters

A Apple se tornou nesta segunda (17) a primeira grande empresa dos EUA a informar que não vai cumprir sua estimativa de receita deste primeiro trimestre por causa da epidemia de coronavírus, que afeta produção e demanda na China.

A empresa disse que, apesar do fato de as instalações de produção na China terem sido reabertas, elas estão num ritmo mais lento que o esperado.

A Apple tinha previsto receita de US$ 63 bilhões a US$ 67 bilhões no trimestre, acima das estimativas de analistas de US$ 62,4 bilhões.

Mas a empresa afirmou que o fornecimento de componentes para a montagem do iPhone ficará temporariamente restringido, uma vez que as fábricas na China ainda não operando à plena capacidade. 

 

A companhia também afirmou que o fechamento de lojas afetou suas vendas na China, uma vez que a maioria dos pontos de venda não abriu as portas ou operou por períodos reduzidos de tempo.

Analistas estimam que o coronavírus poderá reduzir a demanda por smartphones na China em 50% no pri-
meiro trimestre. O país é o maior mercado do mundo para os dispositivos.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.