Emirates testa passageiros para coronavírus antes do embarque em Dubai

Companhia aérea diz ser a primeira a adotar procedimento, mas teste rápido não diagnostica pessoas doentes

São Paulo

A pandemia de coronavírus, que levou a cancelamentos de voos em massa ao redor de todo o mundo, fez com que a companhia aérea Emirates começasse a testar passageiros para a Covid-19 antes do embarque.

Os primeiros exames foram realizados em pessoas que voariam de Dubai para a Tunísia, na quarta-feira (15), e a empresa afirma que agora estuda uma forma de ampliar o número de pessoas testadas.

Aeronave Airbus A380, operado pela Emirates - Daniel SLIM/AFP

Em comunicado divulgado na quarta-feira (15), a empresa afirma que o exame é feito em parceria com a autoridade de saúde de Dubai no aeroporto e que o resultado sai em dez minutos.

A Emirates não informou qual procedimento adotaria caso um passageiro fosse diagnosticado com a doença.

Segundo reportagem do site CNN, o teste rápido aplicado pela companhia aérea é o de sorologia (um exame de sangue).

Exames do tipo não necessariamente diagnosticam uma pessoa doente, mas mostram se ela teve contato com o vírus e desenvolveu anticorpos.

Companhias aéreas reduziram de forma brusca o número de voos em todo o mundo, reflexo do fechamento de fronteiras e da queda da demanda de passageiros com medo da doença.

Apenas no Brasil, a redução da oferta ronda os 90% e companhias aéreas negociam com o governo um programa de ajuda financeira para tentar evitar a falência.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.