Em reunião, ministro do Turismo vê resorts com cassino como saída econômica para o setor

Sugestão foi feita durante a reunião ministerial, tornada pública por decisão do ministro Celso de Mello

Brasília

O ministro Marcelo Álvaro Antonio (Turismo) sugeriu a implementação de resorts integrados com cassinos como um planto de atração de investimentos para a reconstrução do setor de turismo.

A sugestão de Álvaro Antonio foi feita durante a reunião ministerial de 22 de abril, tornada pública nesta sexta-feira (22), por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello.

“Eu acredito que o momento propício nesse planejamento da retomada, discutir os resorts integrados. Não é legalização de jogos, não é bingo, não é caça-níquel, não é. São resorts integrados.

A intenção é autorizar a construção de um cassino associado a um resort integrado, que, além de hotéis, abrigaria centro de convenções, shoppings, cinema e teatro.

Álvaro Antonio diz que é preciso negociar com a bancada evangélica e, até, com a ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

“Obviamente, presidente, uma pauta que precisa de ser construída –a Damares está olhando com cara feia pra mim– uma pauta que precisa de ser construída com as bancadas da Câmara, tanto a evangélica, quanto a católica, mostrando ou desmistificando vários mitos que giram em torno disso”, afirmou o ministro.

Damares não concordou com posição do colega de Esplanada. “Pacto com o diabo!”, disse a ministra.

No ano passado, o ministro do Turismo se reuniu com empresários chineses interessados em investir no setor no país.

O apoio aos resorts integrados tem como principal financiador no Congresso deputados do bloco conhecido como Centrão, que agora apoiam o presidente.

No final de 2019, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a ser consultado para saber se o governo apoiaria um projeto com esse teor.

O tema, que desperta polêmica, foi objeto de idas e vindas na Câmara. Em 2015, a Casa instalou uma comissão especial para avaliar propostas de legalização de cassinos, bingos e jogo do bicho, entre outras modalidades.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.