Descrição de chapéu Financial Times Coronavírus

Grupo dono da Zara anuncia fechamento de 1.200 lojas após vendas caírem 44%

Varejista teve quase 90% fechadas durante o período de isolamento social

Londres | Financial Times

A Inditex, maior varejista de roupas do mundo e dona das redes Zara e Massimo Dutti, sofreu seu primeiro prejuízo trimestral como empresa de capital aberto e anunciou um plano de 2,7 bilhões de euros que prevê o fechamento de 1.200 lojas como parte de uma tentativa de impulsionar as vendas.

O grupo espanhol estabeleceu na quarta-feira (10) metas de vendas online que representarão 25% do total de vendas até 2022, contra 14% no ano passado.

Os bloqueios econômicos forçaram dezenas de milhões de consumidores a confiar nas compras online para tudo, com exceção de artigos essenciais, nos últimos três meses. A Inditex, fundada pelo bilionário espanhol Amancio Ortega, planeja gastar 900 milhões de euros anualmente nos próximos três anos para melhorar sua tecnologia e enfocar em suas melhores lojas.

Loja da Zara em Paris, França - Benoit Tessier - 11.mai.2020/Reuters

Os planos de investimento ocorreram quando a Inditex reportou um prejuízo líquido de 409 milhões de euros nos três meses até o final de abril, em comparação com um lucro de 734 milhões de euros no mesmo período do ano passado. A perda trimestral mais recente inclui uma cobrança de 308 milhões de euros por seu programa de "otimização de lojas". As vendas do primeiro trimestre caíram 44% em relação ao ano anterior, para 3,3 bilhões de euros, já que quase 90% de suas lojas fecharam.

A Inditex, que ajudou a lançar o varejo de moda rápida, disse que 78% de seus 5.743 pontos de venda estão abertos hoje. O desempenho começou a melhorar em maio, e nos mercados que foram totalmente abertos na primeira semana de junho as vendas caíram apenas 16%. Todas as suas lojas espanholas estão abertas desde segunda-feira (8).

As ações da Inditex subiram 2,7% no pregão à tarde em Madri.

Pablo Isla, presidente-executivo do grupo, disse que o estoque do grupo era 10% menor no final do trimestre do que no ano anterior. "Compramos semanalmente, e no início de maio começamos a comprar novamente", acrescentou.

Como parte de sua estratégia 2020-2022, o grupo sediado em La Coruña (noroeste da Espanha) prometeu investir 1 bilhão de euros em sistemas de TI para tornar o comércio mais flexível e eficiente e reduzir os custos de distribuição.

Além de fechar lojas, a Inditex disse que planeja abrir 450 novos pontos, avançando para um modelo de espaços maiores. A maioria das lojas menores que fecharão são as mais antigas, pertencentes a outras marcas que não a Zara.

A posição de caixa líquido da empresa ficou em 5,8 bilhões de euros no final de abril, em comparação com 6,7 bilhões em abril do ano passado, informou o grupo.

A pandemia do novo coronavírus atingiu os varejistas em uma época em que eles já enfrentavam problemas, e a pandemia provocou milhares de perdas de empregos e fechamentos permanentes de lojas no setor.

Na quarta-feira (10), os grupos de moda britânicos Monsoon e Quiz iniciaram processos de insolvência. Centenas de empregos serão eliminados no Monsoon Accessorize.

Tradução Luiz Roberto M. Gonçalves

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.