Caixa vai emprestar R$ 50 milhões em microcrédito via Pronampe

Segundo instituição, cerca de 3.000 microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil poderão ser beneficiadas

Brasília

A Caixa Econômica Federal informou nesta terça-feira (8) que vai oferecer R$ 50 milhões em microcrédito do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) voltados a donos de pequenos negócios.

De acordo com a instituição, cerca de 3.000 microempresas poderão ser beneficiadas com a nova linha.

O montante será destinado às microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil e o empréstimo será limitado a até R$ 20 mil. O prazo do financiamento é de 36 meses, com 8 de carência. A taxa de juros anual máxima é igual à taxa básica de juros (Selic) acrescida de 1,25% ao ano. 

Os recursos podem ser utilizados para capital de giro ou investimentos no negócio. Os empresários podem usar o crédito, por exemplo, para realizar reformas, adquirir  máquinas ou para despesas operacionais, como o pagamento de salário de empregados, compra de matérias-primas e de mercadorias.

A linha foi batizada de Pronampe Microcrédito e foi feita em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Na última quinta-feira (3), o governo aumentou o limite da Caixa para concessão de créditos no âmbito do programa em R$ 2,55 bilhões. Destes, já foram emprestados R$ 1,8 bilhão pelo banco. Ao todo, desde o início da iniciativa, a instituição concedeu R$ 9,1 bilhões via Pronampe.

O Pronampe é administrado pelo Banco do Brasil por meio do FGO (Fundo de Garantia de Operações), subsidiado pelo governo, e é destinado às micro e pequenas empresas –com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões (no caso do programa, vale a receita registrada em 2019).

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.