Folha e FGV Ibre debatem recuperação econômica pós-pandemia

Seminário online ocorre às 10h desta quinta-feira (17)

São Paulo

A Folha e o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas promovem nesta quinta-feira (17) às 10h seminário online sobre as perspectivas de recuperação da economia brasileira no pós pandemia da Covid-19.

O primeiro semestre de 2020 foi marcado pelos casos de infecção e pelas mortes provocadas pela epidemia no país, por uma forte piora nas contas públicas e um brutal aumento da desigualdade, do desemprego e pela retração econômica.

Há, ainda, elevado grau de incerteza sobre os rumos da economia, o que torna complexa a avaliação de como se comportará a atividade daqui para a frente.

Além disso, questões políticas e a restrição orçamentária vêm dificultando a implantação de programas que minimizem os efeitos da pandemia sobre a economia.

É nesse contexto que questões fundamentais se colocam sobre a recuperação: como equilibrar a necessidade de reduzir o elevado déficit público com a dependência que a demanda privada doméstica mostra das transferências governamentais, em especial o auxílio emergencial?; Em que grau a forte elevação na dívida pública será uma barreira à retomada da economia?

Mesmo antes da pandemia, o Brasil já vinha apresentando taxas de crescimento medíocres, pouco acima de 1% ao ano. Parte dos problemas que vinham travando a atividade ficou ainda maior com a epidemia.

Para debater esses temas participam Armando Castelar, coordenador de Economia Aplicada do FGV Ibre, Manoel Pires, pesquisador associado do FGV Ibre, e Nilson Teixeira, da Macro Capital. A mediação será de Fernando Canzian, repórter especial da Folha.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.