Descrição de chapéu The Wall Street Journal Facebook twitter

Twitter diz que incerteza com eleição pode reduzir publicidade

Companhia divulga aumento de 14% na receita do terceiro trimestre em relação a 2019

Nova York | The Wall Street Journal

O Twitter anunciou que a incerteza em relação à eleição nos Estados Unidos pode influenciar negativamente o gasto publicitário no atual trimestre, mas que espera movimento robusto das marcas que usam sua plataforma durante a temporada de compras para as festas de final de ano.

A rede social que opera com mensagens curtas anunciou nesta quinta-feira (29) uma alta de 14% em sua receita no terceiro trimestre, ante o período em 2019. O resultado de US$ 936 milhões (R$ 5,39 bilhões) reflete principalmente a volta de anunciantes dispostos a promover eventos e lançamentos de produtos após a paralisação causada pela pandemia.

A companhia também se beneficiou de investimentos em seus produtos publicitários, entre os quais sistemas que ajudam os anunciantes a medir o desempenho de campanhas.

Pássaro logo do Twitter em parede e celular em frente com twitter aberto
Alta da receita do Twitter reflete principalmente a volta de anunciantes dispostos a promover eventos e lançamentos de produtos - Lionel Bonaventure/AFP

Plataformas online se beneficiaram da alta nos gastos de empresas que buscam atingir os consumidores confinados em suas casas. Essa dinâmica pode se estender à temporada de festas de final de ano, que em 2020 talvez pareça um pouco diferente, afirmou o Twitter.

A avaliação é que a “temporada de compras que talvez seja mais acelerada e ainda mais digital do que em qualquer momento do passado”. Mais de 85% da receita trimestral do Twitter vem da publicidade.

“Não temos razão para acreditar que as tendências de faturamento de setembro não possam continuar, ou mesmo melhorar, excetuada a janela relacionada à eleição”, afirmou o Twitter em carta aos seus acionistas.

A Snap, controladora do Snapchat e Pinterest, também se beneficiou de forte receita publicitária no terceiro trimestre, e projetou que esse crescimento deve continuar até o final do ano.

O Twitter anunciou que seu tráfico cresceu em um milhão de usuários ao dia ante o trimestre passado, para 187 milhões. Trata-se da menor alta desde o final de 2017, a data em que o Twitter passou a fornecer esse dado. Analistas consultados pela FactSet antecipavam que o número de usuários do serviço crescesse para 196 milhões ao dia.

O Twitter atraiu novos usuários durante a pandemia. A maioria estava interessada em descobrir mais sobre o que estava acontecendo no planeta. No segundo trimestre, a base de usuários do Twitter cresceu em 20 milhões de pessoas ante os três primeiros meses do ano.

Embora esse ritmo de crescimento não tenha se repetido, a companhia afirmou que sua retenção de usuários novos melhorou em relação à média do passado. O avanço foi atribuído ao uso de recursos que recomendam tópicos aos usuários, bem como resultado de seu trabalho para reduzir a presença de retórica hostil e conteúdo enganoso no site.

“Estamos ajudando as pessoas a encontrar fontes confiáveis de informação ao organizar melhor e expor tópicos e interesses que conduzam pessoas ao Twitter”, disse Jack Dorsey, o presidente-executivo da companhia, em comunicado.

No atual trimestre, quando acontece a eleição presidencial americana, o Twitter tomou medidas para restringir a potencial confusão e as formas pelas quais sua plataforma pode ser usada abusivamente com a intenção de solapar a integridade do processo político.

Na metade de outubro, o Twitter começou a dificultar o processo para que tuites ganhem circulação viral, ao restringir o número de “retweets” pelos usuários.

Dorsey foi interrogado severamente pelos legisladores do Senado na quarta-feira (28), em uma audiência convocada para discutir como as empresas de mídia social moderam o discurso online, bem como se as plataformas deveriam continuar protegidas contra responsabilidade judicial pelo conteúdo postado por seus usuários.

O Twitter impediu usuários de publicarem links para um recente artigo do jornal New York Post sobre acusações contra Hunter Biden, o filho do candidato presidencial democrata Joe Biden, ainda que tenha posteriormente mudado de posição.

Dorsey, um dos fundadores do Twitter, não participou da discussão inicial sobre a decisão e, depois de protestos públicos, ele tuitou que a decisão tomada pela companhia sem qualquer explicação do contexto era “inaceitável”.

Na quinta-feira, o Twitter anunciou também um lucro líquido de US$ 28,7 milhões (R$ 165,45), ante US$ 36,5 milhões (R$ 210,42 milhões) no período um ano atrás. Analistas haviam projetado um prejuízo líquido de US$ 76 milhões, de acordo com a FactSet.

Do começo do ano ao fechamento dos mercados na quarta-feira, as ações do Twitter subiram em mais de 50%.

The Wall Street Journal, tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.