Descrição de chapéu Aeroin

Air Europa é vendida à Iberia pela metade do preço e pagamento em 5 anos

Antes da pandemia, acordo estava em 1 bilhão de euros; valor caiu para 475 milhões de euros

Carlos Ferreira
São Paulo | Aeroin

O portal de notícias espanhol El Confidencial revelou na sexta-feira (19), que a Iberia chegou a um acordo para a compra da Air Europa por 500 milhões de euros, com pagamento em 2026.

A operação está pendente apenas para que a SEPI (Empresa Estatal de Participação Industrial) aceite renunciar à nomeação dos dois diretores por causa do empréstimo concedida para resgatar a Air Europa por 475 milhões de euros (R$ 2,9 bilhões).

Os conselhos de administração da Iberia e do IAG Group, proprietário da companhia aérea espanhola, validaram a compra da Air Europa com novas condições de preço e formas de pagamento.

Aviões da AirEuropa e da Iberia no Aeroporto Internacional Adolfo Suarez Barajas em Madrid, Espanha - Susana Vera/Reuters

Antes da pandemia, o acordo previa o pagamento de 1 bilhão de euros (R$ 6,2 bilhões). No entanto, com a crise do setor aéreo e a ajuda multi-milionária do governo espanhol, o desembolso da Iberia foi cortado pela metade. Da mesma forma, o prazo acertado entre as partes seria de cinco anos (até 2026) para liquidar o negócio.

Para a compra ser aprovada pela Comissão Européia (equivalente ao Cade no Brasil), a Air Europa cedeu slots e rotas para a concorrente Volotea. Com isso, a Air Europa seria vendida para a Iberia em um tamanho menor que o acordado inicialmente, reduzindo assim seu valor final.

As empresas ainda não divulgaram um plano para as marcas, que poderia ser a manutenção de ambas ou o desaparecimento de uma delas, no entanto, a balança pende para a segunda opção, haja visto que executivos do IAG já disseram que pensam em racionalizar a quantidade de marcas dentro do grupo para cortar custos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.