Guedes cancela férias em meio à polêmica sobre 13º do Bolsa Família

Ministro ficaria ausente deste sábado até o dia 8 de janeiro

Brasília | Reuters

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cancelou o período de férias que iria tirar a partir deste fim de semana até 8 de janeiro, de acordo com publicação neste sábado (19) em edição extra do Diário Oficial da União.

Procurado, o Ministério da Economia afirmou que não há motivo específico para a interrupção das férias e que ministro decidiu seguir trabalhando pois continuará em Brasília na semana que vem.

Na véspera, Guedes concedeu entrevista coletiva em que contrariou declaração do presidente Jair Bolsonaro a respeito do não pagamento do 13º salário a beneficiários do Bolsa Família este ano.

Após Bolsonaro ter acusado o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de ter deixado caducar a MP que autorizaria o pagamento, Guedes reconheceu que foi a equipe econômica do próprio governo que pediu que a medida não fosse votada porque não haveria recursos para o pagamento.

As férias de Guedes tinham sido publicadas originalmente no DO na semana passada.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.