Trump assina pacote que libera US$ 2,3 tri para socorrer economia dos EUA

Presidente havia se recusado a sancionar o projeto, o que deixaria milhões desassistidos e paralisaria governo

São Paulo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sancionou neste domingo (27) um pacote que libera US$ 2,3 trilhões (quase R$ 12 trilhões) irrigar a economia. A nova injeção de capital restaura o seguro-desemprego para milhões de americanos e evita o chamado "shutdown", a suspensão parcial de atividades e serviços do governo federal.

Trump indicou que poderia sancionar o pacote em um tuíte logo antes de assinar o documento. “Boas notícias sobre o pacote de estímulos! Informações em breve”, diz a publicação.

O presidente Donald Trump
O presidente Donald Trump sanciona um novo pacote trilionário de ajuda à economia americana - REUTERS/Cheriss May

Desde sábado (26), americanos tiveram seus benefícios de desemprego expirados, depois que Trump se recusou a assinar o pacote.

O presidente surpreendeu republicanos e democratas quando disse, na semana passada, que estava insatisfeito com o projeto de lei, que forneceria US$ 892 bilhões (R$ 4,6 trilhões) em alívio pelo coronavírus, incluindo benefícios especiais de desemprego que expiraram em 26 de dezembro, e US$ 1,4 trilhão para gastos regulares do governo.

Sem a assinatura de Trump, cerca de 14 milhões de pessoas poderiam perder esses benefícios extras, de acordo com dados do Departamento de Trabalho dos EUA, e haveria uma paralisação parcial das atividades do governo já na terça-feira (29).

O presidente, no entanto, recuou e sancionou o projeto, que foi aprovado no Congresso na semana passada, depois de ter sofrido intensa pressão de legisladores de ambos os lados.

Trump, que jogou golfe no domingo e permaneceu fora da vista do público mesmo com o risco de paralisar parcialmente o governo, exigiu que o Congresso alterasse o projeto de lei para aumentar o valor dos cheques de estímulo para americanos em dificuldades de US$ 600 (R$ 3.120) para US$ 2.000 (R$ 10.400).

Os democratas concordam com os pagamentos de US$ 2.000, mas muitos republicanos foram contra ao aumento do valor.

Segundo economistas, a ajuda financeira prevista no projeto de lei deveria ser maior para fazer a economia andar novamente.

Na avaliação de analistas de mercado, o apoio aos americanos atingidos pelo isolamento social e paralisação parcial das atividades por causa da pandemia do novo coronavírus ainda é necessário.

Na Ásia, as Bolsas de Valores aceleraram ganhos após o anúncio. Por volta de 23h50 de Brasília, Tóquio e Hong Kong sobem 0,4% cada uma. Na China, o índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e em Shenzhen, tem alta de 0,8%.

Trump deixa o cargo em 20 de janeiro depois de perder a eleição de novembro para o democrata Joe Biden.

(Com Reuters)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.